Minha bodas de Barro

(Este selinho são para todas que passarem por aqui!)
Bom dia meninas e meninos!!!
Como prometido... este blog está em FESTAAAAAA

Para quem não sabe, e desconhece... Bodas de Barro ou de Papoula... é qiuando um casal... assim como eu, completam 8 anos de casados! E hoje dia 13 de novembro de 2009 eu completo: 8 anos de casada!

Estou emocionadíssima...
Hoje é dia de postar as vencedoras da promoção : Eu conto uma história de amor...
Mas antes que postar para vcs a minha história... uma linda, dificil, batalhada, compartilhada e cheia de amor e felicidade, história de amor!!!

Espero que vcs participem desta festa, e que leiam e se emocionem com cada coisinha aqui postada hoje... Se não conseguir ver tudo, veja um pouco e volte para ver o restante... Pois de todo meu coração... amar... sempre vale a pena e acompanhar histórias de amor: Também!

Huahuahuhaua... é muito engraçado ver esta foto... parecíamos 2 crianças! Hahahaha

Nesta foto eu estava Grávida de 4 meses da Maria Luisa ( Malu) Nossa felicidade era muito grande... tínhamos quase 3 anos de casadinhos... e estava chegando nosso primeiro tesouro!

3 anos depois chegou nosso 2ª coisinha fofa! A nossa pequena Eloah!



Sempre juntos... Nossas viagens, nossos passeios... Nossa amizade e amor em todos os momentos de nossas vidas!

Nossas princesinhas completam o nosso caminho... nossa história e consequentemente, nosso amor!

Espero que tenham gostado destas pouquíssimas palavras e imagens para expressar tanto tempo de casamento...

Bom... eu descobri que muitas das minhas companehiras... seguidoras... amigas de blog, também tem histórias fantasticas de amor para contar...
Histórias felizes, histórias tristes... longas, curtas... muito longas.... ( hahaha) E li cada uma das 48 histórias que recebi! Cada palavrinha, cada trechinho!

Histórias que aconteceram na net... historia que começaram na escola, histórias que não tiveram fim, histórias para boi dormir, história de primeiro amor, histórias de muuuuitos amores...
Amor pelo namorado, pela namorada, pelos amigos, pelo marido, pelos gatos, pelos cachorros, por si mesmo, ou até por ninguém...

E quero compartilhar com vocês 4 ( sim 4) histórias de amor...
Eram 3, porém 2 ficaram empatadas no 3º lugar e mesmo usando os critérios de desempate, continuavam empatadas... então pensei... AS 2 histórias merecem serem contadas... e aqui estarão!!!

1ª Colocada: Patrícia do Blog: Cantinho da Paty

A historia da Patty me comoveu muuuuito pois é muito parecida com a minha... As questões das dificuldades, de nossos amores serem apresentados por uma amiga, e a felicidade de lembrar cada detalhe, mesmo os momentos de dificuldade, com muita saudade!



Eu trabalhava numa empresa de moveis como secretaria e tinha uma amiga a Márcia. A Márcia era recém casada, e ficamos muito amigas... Eu já havia tido alguns relacionamentos fracassados e não acreditava que eu um dia seria feliz.A Márcia sabia das minhas historias. Ela me falou que tinha um cunhado solteiro, era loiro, tinha barba, descreveu o rapaz pra mim, disse onde ele ficava onde morava deu todas as dicas. Eu, sem jeito, tentei bolar com ela um modo de ve-lo sem ele me ver, pra ver se eu ia gostar... (Vê se pode). Tentamos em vão concretizar o plano, que não de certo...

No dia 24 de julho de 1994, era final da Copa do mundo, jogava Brasil e nem lembro com quem, só sei que o Brasil foi Tetracampeão. Minha cidade parou, era um domingo quente já noite, fomos eu e uma amiga pra avenida, moro numa cidade pequena e todas as festas da cidade acontecem nessa avenida.

Lá estava o caminhão de som, rua fechada, uma festa só. E Por incrível que pareça quando me dei conta estava embaixo do prédio onde morava a cunhada da Márcia, local onde toda a família se reunia sempre. Olhei pra cima e vi quem? A Márcia, e ela me chamou pra subir! Naquele momento nem pensei fui direto pro portão e ela estava la em baixo me esperando e falou : - Ele está lá em cima! Vamos lá para você conhece-lo?.

Gente, eu na maior cara de pau subi e quem estava la na porta? ELE, o amor da minha vida!!! Não sei explicar, mas quando olhei para aquele moço lindooooo, eu já sentia que seria com aquele cara que iria passar o resto dos meus dias.

Bom, nos cumprimentamos, entrei ficamos na sacada do prédio vendo a folia la embaixo, mas logo tive que ir embora, pois trabalharia no dia seguinte. Ele me acompanhou até o portão pediu meu telefone... eu perguntei a data de aniversário dele, sempre tive essa mania, quando me falou, não tive mais duvida que ele era e é minha cara metade, minha alma gêmea.. Somos do mesmo dia e mês, 31 de outubro. Nos despedimos, fui pra casa nas nuvens, tinha me apaixonado!!! Mas foi eu por o pé dentro de casa e o telefone tocou! Genteeee , ele me ligou exatamente na hora que entrei em casa. Nem preciso dizer que não dormi naquela noite NÉ???.

Eu tinha passado no vestibular e ia fazer minha matricula, mas a faculdade era em outra cidade. Ele esperou eu voltar, fomos dar uma volta, ficamos conversando, só conversando, depois de um tempo me levou pra casa, e antes de sair do carro ele pediu um beijo! Gente que delicia, que homem!!!

Dai pra frente foi só amor, eu trabalhava de dia até as seis e corria para o ponto pra pegar ônibus e ir pra faculdade chegava as 11 e 20 da noite e o meu príncipe estava la me esperando todos os dias... Ele levava-me iogurte, lanchinho, salame... refrigerante - Quando me dava conta entrava em casa as 4 horas da manha, (gente não sei como agüentava trabalhar e estudar todos os dias indo dormir esse horário - mas o amor alimenta) nossa como é bom relembrar....

Nosso namoro firmou e começamos a pensar em fazer nossa casa, com muita dificuldade fizemos nosso cantinho... foram 3 anos e meio fazendo a casa! Aos sábados, pois ele é construtor e trabalhava em nossa casa aos finais de semana, todas as tardes quando terminava o expediente dele no trabalho, eu saia do meu trabalho pegava ônibus e levava lanche pra ele. Quando eu não podia ir pedia ao moto taxi pra entregar um lanche. Apesar do sufoco e das dificuldades é muito bom relembrar.

Eu morava com meus avós e decidi ir morar sozinha, aluguei um apartamento, e me mudei. O Cesar (meu amor) ficava comigo até de madrugada, mas ele tinha que ir embora, pois morava com a irmã (essa do sobrado onde o conheci), e ele sempre foi muito responsável, e não queria problemas, então ele ia embora. Algumas , poucas, vezes dormia comigo. E toda vez que ele ia embora eu abria o berreiro. Num certo dia ele veio morar comigo - maravilha. Mas como sempre queríamos as coisas certas, marcamos nosso casamento no civil dia 28 fevereiro de 1998... (Um ano depois terminamos nosso cantinho, e descobri que estava grávida, de 4 meses, vocês acreditam? É que eu sempre fui cheinha e nem me toquei). Quando descobri estávamos passando por uma fase difícil, pois eu havia tido depressão e sai do trabalho, só tínhamos contas a pagar, fiquei muito nervosa com medo, passamos muitas necessidades. Mas tudo isso foi passando e quando o Vinicius nasceu, vendemos um carro que tínhamos pra pagar o parto,pois eu sempre tive pavor de parto normal. Graças a Deus ocorreu tudo bem, o Vini nasceu perfeito saudável...

Hoje com mais de 11 anos de casados, somos completamente apaixonados um pelo outro, cada dia nos amamos mais, e não sei como podem dizer que com o tempo a relação esfria, pois cada vez mais nos admiramos, nos respeitamos e não conseguimos viver um sem o outro, ainda temos nossas dificuldades, mas nada abala nosso relacionamento. Claro há muiiiitos detalhes pra colocar nessa minha historia, mas se eu colocasse acho que daria umas três paginas, tentei resumir... E se eu tivesse que passar por tudo de novo, com certeza passaria sem pensar duas vezes...

Essa é minha historia de amor maravilhosa....


Parabéns querida... sua história de amor é linda, comovente e cheia de amor!!!




2ª Colocada: Rosa Matos do Blog: Contos da Rosa

A segunda história que mais me comoveu foi a da Rosa... Uma história onde a razão falou mais alto que o coração! As vezes o coração pede uma coisa, e a razão pede algo maior... e assim é a linda e comovente história da Rosa!


Minha história de amor mais marcante aconteceu alguns anos atrás. Como qualquer adolescente, eu sonhava com meu primeiro amor. Viajava em pensamentos românticos e ao mesmo tempo tinha os pés firmes no chão e a cabeça cheia de planos para o futuro. Por pensar assim, comecei a trabalhar cedo, com quinze anos, foi onde conheci meu primeiro namorado. Ele tinha vinte anos e eu era a primeira namorada dele também. Quando fiz dezoito, ficamos noivos. Nesta época, ambos já tínhamos mudado de emprego. Então, de repente, lá estava eu, comprando enxoval pra casa nova, que começamos a construir. Meu primeiro namorado, meu primeiro amor, minhas primeiras grandes alegrias e todas as aflições do mundo num mesmo coração! Eu trabalhava e estudava de noite e ele não gostava nem um pouco disso. Os ciúmes dele e a insistência pra eu parar de estudar começaram assim que marcamos a data. Conversamos, discutimos, brigamos e terminamos. Eu queria ficar com ele e continuar trabalhando e estudando. Ele queria que eu largasse tudo e ficasse só em casa cuidando dos filhos que teríamos (e não tivemos). Bem, a história é longa e preciso encurtar, senão ninguém irá ler, nem mesmo a criadora da promoção. rs

Posso dizer que esta só não foi a pior fase da minha vida, porque depois disso as coisas ficaram ainda piores. Lembro como se fosse hoje, as palavras duras que trocamos. Ficamos tristes, porque gostávamos um do outro e queríamos ficar juntos, mas era a minha vida e eu tinha o direito de realizar meus sonhos. Como ele foi irredutível, não teve jeito. Ficamos oito meses separados. Um dia nos encontramos na rua e nos olhamos cheios de saudades e nos abraçamos e nos beijamos e pronto.... voltamos! Durante umas semanas nem tocamos no assunto casamento e futuro, porque não queríamos brigar outra vez, mas uma hora a gente teria que enfrentar o problema de frente e um de nós teria que ceder - ou não. Continuamos construindo nossa casa e comprando coisas e cada vez mais grudados um no outro, com medo de alguma coisa ruim acontecer e estragar tudo. Como ele não abria mão, eu até cogitava desistir de tudo e adiar meus planos de faculdade e realização profissional. A dúvida sobre o que fazer, quase torrou meu cérebro.

Quanto mais o casamento se aproximava, mais a tensão aumentava. Emagreci bastante, pensei tanto, tanto, que andava sempre com dor de cabeça. Tantas coisas ruins aconteceram, que vou pular essa parte e falar dos fatos mais importantes.

Casamos no civil e religioso e fomos morar na nossa casinha nova. Não parei de estudar e nem de trabalhar. Os ciúmes exagerados dele só estragavam a nossa felicidade. Não demorou muito e nos desentendemos outra vez, nos dissemos horrores em meio a pior das brigas. Enfim, fui morar uns tempos com minha mana até alugar uma casa e ir morar sozinha.

A gente se adorava e não conseguia se entender. Se o amor vence barreiras, por que a gente não conseguia ser feliz? Na época do namoro tudo foi tão perfeito!

Depois de eu já estar morando sozinha ele me procurou e como já tinha acontecido outras vezes, bastava a gente se ver e pronto, um saltava nos braços do outro. Convidei ele pra sentar e fiquei observando o olhar de surpresa em ver que eu tinha conseguido me organizar longe dele - “não pensei que fosse conseguir” - ele me disse. Tanta mágoa e tanto amor, não aguentamos e nos abraçamos e choramos muito, prometemos que se fizéssemos um esforço, encontraríamos um modo de sermos felizes juntos, porque a gente se amava de verdade. Voltamos.

E assim ficamos durante sete anos e meio, indo e vindo, sempre em guerra um com o outro e se adorando de um jeito sem explicação. A relação amadureceu e já nem brigávamos mais, só conversávamos e nos afastávamos. Hoje, quando penso na nossa história e em tudo que aconteceu, percebo o quanto cada um puxou para o seu lado e o amor ficou de lado. Ele me amava, mas não me aceitava como sou. Eu o amava, mas não o aceitava como ele era. Eu me formei e fui embora da cidade. Voltamos a nos ver algum tempo depois, em frente ao juiz, para oficializar nosso divórcio. Como de praxe, o juiz pergunta se ainda há chance de reconciliação - ficamos os dois pensativos - nos olhamos com tristeza por uma eternidade, então nos viramos quase ao mesmo tempo e respondemos: "Não!".

Não considero que nosso amor não deu certo. Deu certo, o tempo que tinha que dar e da maneira que nosso coração permitiu.



3ª Colocadas: Patrícia e Lara dos Blogs: Forever Friends e Meu pequeno Mundo


Este é o Conto da nossa amiga "portuguesa" Patrícia... Uma história linda cheia de romantismo que aconteceu lá em Portugal!!! Belíssima história... merece com certeza estar aqui em destaque!



Conheci meu marido aos 15 anos e nesta altura começamos a namorar, mas infelizmente a distância nos separava, eu no Brasil e ele em Portugal. Eu passava minhas férias em Portugal, pois meus avós maternos são portugueses. Chega a hora do regresso ao Brasil e é claro, o "Joel" não iria comigo e nem eu poderia ficar. Minha família não apoiava o namoro, mas não fizeram comentários pois achavam que com a distância tudo ficaria no esquecimento, mas é claro, no esquecimento é que não ficou.

Joel enviava-me cartas, que eu a todo custo escondia da família. Não sabia como haveria de encurtar essa distância!

Os anos passaram e aos 18 anos surgiu a possibilidade de vir para Portugal concluir curso superior, minha mãe perguntou o que eu achava já que no Brasil o futuro é muito incerto. Meu coração encheu-se de alegria e antes de pensar no meu futuro promissor, lembrei imediatamente de que esta também seria uma oportunidade de reencontrar meu grande amor.

Eis que chego à Portugal, muita coisa aconteceu... não daria para escrever aqui, mas resumidamente, meus avós se opuseram totalmente ao meu namoro com o "Joel". Diziam-me que o interesse dele estava na herança que um dia eu iria receber, imagine só!!!

A faculdade ficava longe de casa dos meus avós, então eu estava em um quarto alugado e ia à casa aos fins de semana.

Namorávamos às escondidas, namoramos muitas vezes estando eu na janela do meu quarto e ele em cima da cerejeira que até hoje fica por debaixo da janela.

Em um belo dia, os senhorios do quarto onde estava me vêem com o Joel e eu sabia que dali a poucos minutos meus avós saberiam, então naquele momento, já cansados desta situação, decidimos que seria hora de fugirmos e seguir o nosso caminho...JUNTOS!

Nesta fuga tivemos a ajuda do padre da aldeia onde vivíamos, inicialmente tentou nos demover da decisão, mas não resultou, então decidiu nos ajudar em segredo.Neste dia fui para a casa do padre onde uma freira deu-me roupa limpa para tomar um banho, pois a pouca roupa que consegui tirar do quarto em que estava tinha sido levada pelo "Joel". Na madrugada deste dia fugimos para Lisboa, em uma madrugada fria na estação do trem, onde só estávamos nós os dois, cheios de medo do futuro e de como faríamos para sobreviver. Joel foi acusado de seqüestro pelos meus avós, mas como eu era maior de idade, a polícia pediu apenas que ele se apresentasse na esquadra da polícia de Lisboa apenas para dizer que estava tudo bem.

Hoje estamos casados a 16 anos, tenho meu filho Diogo com 10 anos e agora a minha Daniela com 8 meses. A vida não foi fácil, mas nunca pedimos nada a ninguém, Graças ao meu bom Deus conseguimos nos sustentar sozinhos, pouco a pouco conseguimos conquistar o nosso bem estar. Até hoje somos como unha e carne, crescemos juntos e vivemos sempre um para o outro, até hoje saímos sempre juntos, nossos programas são sempre em família.

Estive muito tempo sem falar com meus avós, meus pais naquela época queriam que eu voltasse para o Brasil, mas eu não quis e eles respeitaram minha decisão. De uns 3 anos para cá, voltei a falar com meus avós, mas ficou a mágoa, pois se não fosse a ganância, o preconceito, enfim... eu e meu marido hoje estaríamos formados e talvez a vida tivesse sido diferente.

Mas Deus é grande e sinto que minha família foi tocada por suas mãos, nunca nos faltou nada e quando há um obstáculo em nossa vida, as coisas acabam sempre por se resolver.

A minha história daria muito mais, a minha fuga foi fantástica, até me disfarcei de rapaz, hahahaha... mas não dá para descrever, fica aqui um pequeno resumo.

Beijinhos para ti e obrigada, foi bom recordar tudo isso, as lágrimas rolam...mas de alegria, venci! :)




Também em 3º Lugar a história da Rosa... Uma história com fatos bem recentes... Amor que nasce na Internet!!! Acredito que muitas pessoas irão se identificar... afinal estamos sempre por aqui!!!

Um amor nascido na net.

Bem, minha história de amor começa bem aqui, na telinha do computador. Era 2007, e eu estafa cursando direito. Era outubro, dia 11, estava no escritório do meu pai (na época tinha internet só lá). Entrei no chat para passar o tempo, estava esperando meu irmão chegar para ir para casa. Fiquei uma meia hora na sala de bata-papo e quando estava por sair um rapaz pediu para falar comigo. Ele usava o Nick de Fenris e eu Rosa Branca. Aceitei mas disse que já ia sair e trocamos MSN. Sai e ele veio falar comigo no MSN. Mas logo saí e não achei nada demais ele parecia meio depressivo.

No sábado entrei no MSN e o encontrei pensei “ai que coisa ele de novo, vai querer falar comigo”... Conversei com ele de novo, mas dessa vez procurei ajudá-lo, já que estava depressivo e isso não gosto. Foi então que ele começou a melhorar. Sou uma pessoa alegre e bem humorada, a foto que vi ele,era meio depressiva, estava todo de preto e não parecia muito agradável. Foi quando perguntei se ele não tinha outra foto que pudesse ver melhor seu rosto, e ele mudou. Foi quando meus olhos brilharam, ele estava de amarelo e sério e sedutor que me encantei. Claro que no começo não pensei que pudéssemos ter algo sério, talvez dar uns beijinhos quem sabe hihihi.

Passei a pensar nele e ele em mim, fomos vendo que tínhamos muitas coisas em comum,como o signo, a data de aniversário eu 7 ele 4 de setembro, ambos fazendo faculdade, entre outras coisas. Cada vez passamos a gostar mais um do outro. Anteriormente naquele sábado que fiz “terapia” com ele, ele saiu à noite com uma moça e não gostou, ficou pensando em mim rsrsrs.

Fazia dois anos que morava na cidade onde moro, mas não conhecia ainda direito os bairros. No início quando perguntei onde ele morava eu fiquei um tanto triste pois eu estava gostando dele e ele morava longe. Um dia ele me convidou para nos encontrarmos pessoalmente,e eu perguntei como,se morávamos longe. Ele disse que pegava um ônibus até o centro da cidade, e eu perguntei quanto tempo demorava, ele me respondeu que vinte minutos. Aí eu abri um sorriso de orelha a orelha,achava que morávamos em cidades diferentes,mas mas São José é um bairro da minha cidade, que mico! Ainda bem que ele achou graça apenas.

Combinamos de nos encontrar num sábado dia 20. Mas na sexta era por volta de umas 21hs quando ele me passou uma mensagem no celular dizendo que estava no centro e que só de imaginar que estava perto de mim, seu coração se enchia de alegria. Eu ia ir na minha faculdade porque havia esquecido de pegar uns papéis no xeróx,disse a ele e perguntei se não queria me encontrar lá. Aceitou. Mas quando saí percebi que estava toda desarrumada. Tinha saído de casa as 7h, havia feito 38Cº e eu não tinha voltado para casa ainda, estava toda bagunçada, mas já era tarde. Quando cheguei na faculdade o xeróx estava fechado voltei e quando passei no saguão do prédio perto de umas escadas nos cruzamos e nos reconhecemos. Então disse que ia para casa, ele se ofereceu para me acompanhar e carregou minhas coisas, era uma noite linda de luz cheia, admiramos alua no caminho para casa e quando chegamos na minha casa nos despedimos na porta do meu prédio. Foi quando demos nosso primeiro abraço. E que abraço maravilhoso, foi o melhor abraço que eu já dei na minha vida. Quando percebi, beijei seu peito, no lado do coração. Ele foi embora. E eu fiquei sonhando com ele rsrsrs. No outro dia nos encontramos para nosso encontro. Ai sim, eu arrumadinha e perfumada e ele idem hihihi. Foi maravilhoso três vezes tentou me beijar e eu resisti mas depois de ficarmos conversando uma hora em um parque não resisti. Catorze dias depois, dia 3 de novembro ele me pediu em namoro depois de ter ido almoçar lá em casa. Disseram que eu o conquistei pelo estômago hihihi... Aceitei, e ontem completamos 2 anos de namoro e de muito amor.



Poxa... espero que tenham gostado ... Assim como eu amei ler cada história... Quem não esta aqui, não pense que sua história de maor não é linda... Simplismente coloquei aqui as que mais me comoveram!

Mais tarde postarei os presentes qaue jjá ganhei de felicidades pelo meu Aniversário de casamento, e o outro prêmio da primeira colocada!

Beijus grande e até mais tarde!!!















11 Comments:

  1. Rosa Branca said...
    Oi amiga! Parabéns pelos 8 anos de amor!!! Vou pegar o selinho da festa tá?... Só tem uma coisa amada, a história Um amor nascido na net. foi a minha história de amor amada, não o da Raquel, dia 3 de novembro completamos dois anos de namoro de um encontro tão bom! Acho que você se enganou na hora de colocar os nomes...

    Mais uma vez parabéns,tudo de bom amada!

    Bjus de luz.
    {♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ said...
    Olá!
    Vim te oferecer um Selinho da Anjinha do Amor!
    Espero que aceite...
    Um excelente Final de Semana muito
    amor e paz no coração!

    Beijoss fica com Deus!
    Rosa Mattos said...
    oi, Michelle, que bacana!!! Obrigadaaa! Parabéns a você e ao seu amor pela comemoração das bodas,vou preparar um presente e envio hoje ainda ou amanhã pro teu email, tá bem? Ahh amei o selinho de premiação!!\o/ iebaaaa Vou postar agorinha, toda contente. E a lembrancinha das bodas vou colocar na salinha de presentes. **besitoss/!
    Joana Neves said...
    Olá miguxa!! Já tou com saudades suas mas antes de mais quero desejar os meus PARABENS!! =^.^= Adorei ver as suas fotinhas aqui e a sua história bem como, as das outras amigas!!! Muitas Felicidades pra você amiga, e aproveite muito o seu dia, namorando muito^.^

    Beijokinhas 1000!
    Com carinho, Joana Neves!

    http://joananeves.splinder.com
    Irene Moreira said...
    Michelle Parabéns pelo seu aniversário de casamento e também pela linda história de vida e amor. Parabéns as histórias escolhidas e premiadas... gostei muito de cada uma delas!! Estou levando o selinho de sua festa e gostaria de dizer que independente de qualquer coisa foi bom ter participado da Promoção . Beijos e bom final de semana!!
    Maria João said...
    Querida Mi, muitos parabéns por essa data tão especial. Que a sua felicidade seja eterna, junto do seu marido e das suas lindas filhas. Me perdoe não ter participado nessa campanha, mas essas ultimas semanas têm sido muito complicadas, com a morte do meu avô, a saude da minha mãe e o excesso de trabalho. Só agora estou conseguindo actualizar os blogs. Mais uma vez, PARABÉNS e um super fim-de-semana.
    Patty said...
    Amiga......
    Nem acredito, que honra, muito obrigada por ter escolhido minha historia, as outras são realmente emocionantes, fiquei triste com a historia da 2ª colocada, por que nao terminou bem.
    E quero desejar muuuuuito amor e muitos aniversarios ao lado do seu amor, pois cada dia é uma nova conquista, desejo que sejas tao feliz quanto que sou..
    QUe as Bençãos de Deus sejam sempre derramadas sobre ti e seu casamento..
    Mil beijos e muito obrigada pelo seu carinho!♥
    Joana Neves said...
    Olá outra vez amiga!!
    Fiz um pequeno presentinho para você pela comemoração das suas bodas!! =^.^= É muito simples mas foi feito com muito carinho! Está em "premios recebidos" ou no link:
    http://mylovelypresent.splinder.com/post/21704340/Parab%C3%A9ns+querida+Michelle!!

    **** Com carinho, Joana Neves!****
    Boa semaninha miga!!

    http://joananeves.splinder.com
    Raquel Machado said...
    Oi flor,
    Vim deixar minhas felicitações para voce e so o que posso desejar e muita felicidade e amor no casamento de voces cada vez mais. AMei todas as historinhas muito lindas e merecedoras mesmo o amor e uma coisa linda e unica que realmente emociona a todos não? http://kriativa.zip.net
    Bjos
    Lara said...
    Oi Mi, parabéns pelos seus 8 anos de casadaa!!!

    E parabéns a todas que participaram da promoção, não deu pra eu participar, mas fiquei na torcida por todas!

    Que bom que você tá de volta amiga, já tava com saudades rsrsrsrs

    Passa lá no meu cantinho pra ver as novidades! Beijokas =**
    Cristi@ne said...
    Miii...estou bem atrasadinha, mas quero deixar registrado meu carinho e os parabéns pelos 8 aninhos de casada... que Deus abençoe a cada dia sua linda família viu? As historias ficaram lindas tb, parabens as ganhadoras... bjokassss

Post a Comment



Template by:
Free Blog Templates